RN pode se tornar o primeiro a produzir energia eólica offshore no Brasil

Image

Memorando assinado nesta segunda (13) entre o estado e a IER tem como foco promover o desenvolvimento de projetos e geração de energia eólica offshore e produção de hidrogênio verde

O estado do Rio Grande do Norte deu um grande passo em direção a produção de energia eólica offshore no Brasil.

Neste segunda, 13 de setembro, em reunião com a empresa de consultoria potiguar, Internacional Energias Renováveis (IER), a governadora do estado, Fátima Bezerra assinou um memorando de entendimento entre as partes com foco em promover ainda mais o desenvolvimento de projetos eólicos offshore, ou seja, aqueles instalados sobre o mar.

Na ocasião, o acordo também previa o desenvolvimento de projetos de hidrogênio verde, ambos instalados no litoral setentrional do RN.

Novo projeto Offshore prevê instalação de cinco usinas com 207 geradores

Chamado de Complexo Eólico Offshore Ventos Potiguar, o projeto desenvolvido no Rio Grande do Norte faz parte de uma pesquisa desenvolvida pela IER no estado, a qual percebeu o potencial da região para esse tipo de produção.

O complexo está associado a produção de hidrogênio verde e prevê a instalação de cinco usinas eólicas com capacidade de 2,7 gigawatts de energia, gerada a partir da instalação de 207 geradores no mar, o qual fica localizado entre os municípios de Pedra Grande e São Bento do Norte, distante 8 quilômetros da costa.

Em nota, Bezerra destaca que as estratégias criadas pelo governo do estado para a captação de energia limpa tem dado certo e que a expectativa é que projetos como este se transformem cada vez mais em renda e emprego.

"Desde o início do nosso governo, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), definimos um planejamento energético para o RN. Isto vem apresentando resultados altamente positivos ao longo dos anos. Recentemente, o RN foi o estado que mais captou novos investimentos no leilão para geração de energias renováveis, agora estamos dando passos firmes para consolidar o primeiro parque de produção de energia no mar do Brasil. Fico feliz porque é resultado de muito trabalho, compromisso, seriedade de uma equipe competente e comprometida com o Estado e com o seu povo. O RN está na vanguarda do processo de geração de energia no país. Certamente, isso vai contribuir para ativar diversas cadeias produtivas e gerar trabalho, emprego e renda” afirmou ela.

Novo complexo eólico produzirá metade dos 5,7 GW produzidos hoje pelo estado

As expectativas para o novo complexo eólico são as melhores.

De acordo com o secretário da Sedec, Jaime Calado, o planejamento criado pelo estado vem se consolidando e o novo complexo sozinho deve produzir metade da produção atual do estado hoje, a qual é de 5,7 GW de energia.

“É quase a metade de tudo que é gerado atualmente em energias renováveis e vai acrescentar a produção de hidrogênio verde. O trabalho do Governo do Estado transforma a realidade" afirmou Calado.

O novo complexo já está em fase de desenvolvimento avançado segundo a IER, o que reforça ainda mais a possibilidade do empreendimento ser o primeiro a ser instalado no país.
Ao todo o investimento está orçado em 18 bilhões de reais e deve gerar em torno de cinco mil empregos na execução e instalação das 207 torres geradoras.

Fonte: Canal Eólica BR
_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

FÓRUM GD NORTE - 11º FÓRUM DE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA COM FONTES RENOVÁVEIS E ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

SAVE THE DATE
29 e 30 DE SETEMBRO DE 2021
MANAUS - AM - BRASIL

SITE OFICIAL: www.forumgdnorte.com.br
E-MAIL: contato@grupofrg.com.br

PATROCINADORES: NEXEN / I.S BRASIL / ECORI ENERGIA SOLAR / PHB SOLAR / CLAMPER / AMARA -E / EDMOND / GROWATT / SOLFACIL / INSOLE / EMBRASTEC / GEL SOLAR / SICES SOLAR / SSM SOLAR DO BRASIL/ INOX - PAR / JA SOLAR / WDC NETWORKS / L8 / SMA / FORTLEV SOLAR / LIVOLTEK / EDELTEC / FOTUS ENERGIA SOLAR / GOODWE / PIETA TECH / SUNGROW / INGETEAM / LONGI / SOLIS INVESTERS / AMPHENOL / WIN / TRITEC SOLAR

Gostou do Conteúdo, Cadastre-se já e receba todas as notícias de Canal Eólica BR no seu email cadastrado

Compartilhe esta noticia: