Matriz Energética Brasileira já é 83% renovável, diz CMSE

Image

Oferta de Geração de energia elétrica no Brasil foi incrementada em 36. 500 MW, sendo 88% desse crescimento a partir de fontes renováveis.

A produção de energia renovável vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil e a matriz energética brasileira já é composta por 83% de fontes de energia limpa, segundo o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE).

As condições de suprimento eletroenergético ao Sistema Interligado Nacional (SIN) foram debatidas esta semana pelo Ministério de Minas e Energia a fim de garantir o suprimento de energia elétrica em 2021.

Várias ações e avaliações foram mencionadas pelos especialistas na ocasião e espera-se bons resultados no que diz respeito à segurança energética e continuidade no suprimento de energia principalmente renovável no país.

Energia Renovável permitiu expressiva expansão da capacidade de geração de energia elétrica do País

A produção de energia renovável tem apresentado importantes números no que se refere à segurança energética brasileira. De acordo com o CMSE a expressiva expansão da capacidade de geração de energia elétrica do país contou com uma grande quantidade de projetos renováveis.

“Em especial nos últimos cinco anos (de 2016 a 2020), a oferta de geração de energia elétrica foi incrementada em 36.500 MW, sendo 88% desse crescimento a partir de fontes renováveis” afirmou o comitê.
Dentre as fontes que estiveram em maior destaque nesse crescimento estão a energia eólica e solar centralizada, as quais juntas totalizaram 12.600 MW , ou seja, 35% da expansão. Todo esse crescimento tem mostrado o potencial do Brasil para uma matriz energética brasileira mais limpa.

“Este crescimento reforça a característica de nossa matriz de energia elétrica, uma das mais limpas e renováveis do mundo, sendo 83% renovável, enquanto que a média mundial é de 22%” afirma o Ministério de Minas e Energia (MME).

A expectativa para os próximos anos é ainda maior em relação à energia limpa, segundo o CMSE. Com o crescimento da geração distribuída através de painéis solares fotovoltaicos nos últimos anos e os projetos já outorgados para o abastecimento energético no Brasil até 2026 cerca de 72% dos mais de 40.000 MW de capacidade instalada previstos são de usinas eólicas e fotovoltaicas, segundo o comitê.

Nos próximos 10 anos matriz energética brasileira receberá ainda mais investimentos orçados em 400 bilhões de reais, segundo MME

Com foco em expandir a matriz energética brasileira com base em políticas brasileiras de bioenergia, o MME divulgou durante o Fórum de Investimentos Brasil 2021, que mais de 400 bilhões de reais estão previstos para os investimentos no setor elétrico nos próximos 10 anos.

O ministro Bento Alburquerque enfatizou o potencial da matriz elétrica brasileira e destacou o crescimento da energia eólica no Nordeste e Sul do país.

“A eólica offshore é outra fronteira que se apresenta, onde nós já temos 32 gigawatts de projetos, especialmente nas regiões Nordeste e Sul. Até o final do ano vamos apresentar um marco regulatório para essa importante fonte energética que o Brasil terá como um dos pilares da sua matriz elétrica no futuro” afirmou Alburquerque.

O cenário é considerado positivo pelo governo federal e os próximos investimentos devem envolvem muitos projetos energéticos com grande potencial. “Esse cenário positivo de investimentos tem ocorrido porque temos um ambiente de negócios que prima pela segurança jurídica e regulatória e pela previsibilidade” finalizou o ministro.

Fonte: Eólica BR
____________________________________________________________________________________________________________________________________________

FÓRUM GD SUDESTE - 9º FÓRUM DE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA COM FONTES RENOVÁVEIS E ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

SAVE THE DATE
16 e 17 DE JUNHO DE 2021
RIO DE JANEIRO - RJ - BRASIL

SITE OFICIAL: www.forumgdsudeste.com.br
E-MAIL: contato@grupofrg.com.br

Patrocinadores: ECORI / PHB SOLAR / CLAMPER / NEXEN / EDMOND / SICES SOLAR / SSM / L8 / JASOLAR / WDC / INOX PAR / WEG / GOODWE / EMBRASTEC / SUNGROW / INGETEAM / SOLIS INVERTERS / SOLAR EDGE / OPUS SOLAR / LONGI / AMPHENOL / NOVA ESFERA / POLITEC / PROAUTO / TRITEC / SOLFACIL / MODULAR ESTRUTURAS / SOLARIZE

Gostou do Conteúdo, Cadastre-se já e receba todas as notícias de Canal Eólica BR no seu email cadastrado

Compartilhe esta noticia: