Energia Eólica: Novo Complexo Eólico no Rio Grande do Norte aumentará em 29% a capacidade de geração no segmento

Image

Adquirido pela Copel, novo investimento sustentável trará geração de empregos e aumentará potencial energético através dos ventos no Brasil

Dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) mostram que a produção eólica no Brasil vem apresentando um crescimento expressivo em 2021 se comparado ao mesmo período do ano passado.

Cerca de 6.049 megawatts foram produzidos entre janeiro e março deste ano pelos quase 700 parques instalados no país, um aumento de 72% da produção identificada em 2020.

O aumento da capacidade instalada de um ano para o outro e fatores climáticos estão entre as causas apontadas para o crescimento da energia eólica, segundo a CCEE.

A tendência é que o setor cresça ainda mais nos próximos trimestres já que os investimentos não param, como é o caso da adesão do novo Complexo Eólico Vilas pela Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel) no estado do Rio Grande do Norte (RN).

Segundo a CCEE, o RN lidera o ranking dos estados com maior capacidade instalada de usinas eólicas em operação comercial no país com 4.358,38 MW.

Novo Complexo Eólico conta com 186,7 MW de capacidade instalada e contará com 55 aerogeradores até o fechamento da transação

Na última semana, a Copel assinou o contrato para aquisição de mais um projeto sustentável de energia, o chamado Complexo Eólico Vilas, o qual está localizado na cidade de Serra do Mel, no Rio Grande do Norte (RN).
A região, considerada uma das melhores do mundo para a geração de energia eólica, agora contará com o novo empreendimento de 186,7 MW de capacidade instalada.

Daniel Pimentel Slaviero, presidente da Copel, explica que o novo complexo permitirá aumentar ainda mais a capacidade da companhia no que diz respeito à energia eólica, atingindo cerca de 920,22 MW. Ainda segundo ele, o potencial da região para esse tipo de energia também favorece o projeto como um todo.

“Na região desse empreendimento, o regime de ventos favorece a geração no período diurno e isso configura uma vantagem estratégica, pois, durante o dia, o preço horário da energia tende a ser maior, aumentando o potencial de ganho do projeto", destaca ele.

A transação completa do complexo eólico acontecerá em novembro de 2021, ainda segundo a companhia e até lá o complexo será totalmente finalizado com 55 aerogeradores, formado por cinco parques eólicos.

29% da capacidade de geração no segmento será permitida através do novo complexo

O diretor de Novos Negócios da Copel, Cassio Santana da Silva, reforça que a aquisição faz parte das estratégicas da companhia no que envolve a produção de energia limpa e que a mesma permitirá ampliar a diversificação da matriz energética de forma sustentável.

“Essa aquisição faz parte da estratégia da Companhia de crescimento sustentável em energia renovável, amplia a diversificação da matriz de geração e está totalmente aderente à recente Política de Investimentos aprovada no início deste ano pelo Conselho de Administração", explica ele.

Ainda de acordo com Silva a adição do Complexo Vilas permitirá que a fonte eólica represente 13% do portfólio da empresa e também amplie em 29% a capacidade de geração no segmento como um todo no estado.

Segundo a CCEE a energia eólica é responsável por 8,7% do abastecimento total da matriz energética brasileira.

Fonte: Canal Eólica Br
____________________________________________________________________________________________________________________________________________

FÓRUM GD SUDESTE - 9º FÓRUM DE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA COM FONTES RENOVÁVEIS E ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

SAVE THE DATE
16 e 17 DE JUNHO DE 2021
RIO DE JANEIRO - RJ - BRASIL

SITE OFICIAL: www.forumgdsudeste.com.br
E-MAIL: contato@grupofrg.com.br

Patrocinadores: ECORI / PHB SOLAR / CLAMPER / NEXEN / EDMOND / SICES SOLAR / SSM / L8 / JASOLAR / WDC / INOX PAR / WEG / GOODWE / EMBRASTEC / SUNGROW / INGETEAM / SOLIS INVERTERS / SOLAR EDGE / OPUS SOLAR / LONGI / AMPHENOL / NOVA ESFERA / POLITEC / PROAUTO / TRITEC / SOLFACIL / MODULAR ESTRUTURAS / SOLARIZE

Gostou do Conteúdo, Cadastre-se já e receba todas as notícias de Canal Eólica BR no seu email cadastrado

Compartilhe esta noticia: