Sistema de Iluminação Pública de SP será abastecido por fontes de energia renovável

Image

Através de parceria firmada na última semana, estado visa implementar projetos de eficiência energética.

Uma parceria entre a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA) de São Paulo, com os projetos Investe SP e também Desenvolve SP visa modificar o sistema de iluminação pública de todo o estado e trazer fontes renováveis de energia aos prédios públicos.

Os novos incentivos pretendem modernizar os projetos de eficiência energética e contribuir com os esforços do governo em prol de reduzir os gastos com energia elétrica e trazer também mais opções renováveis a matriz energética estadual de modo a contribuir com a descarbonização.

Dentre os incentivos firmados no documento

Em nota, através da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA), a parceria foi firmada através de um documento, o qual se trata de um convênio que irá viabilizar a capacitação técnica e também o financiamento de projetos de energia que visem tanto a instalação, como também ampliação e adequação do sistema de iluminação pública paulista.

Já para o abastecimento dos prédios públicos do estado, outro documento foi firmado pelas instituições, onde nesse caso um protocolo de intenções foi criado e visa instalar energia solar fotovoltaica nas unidades.

Segundo Cassiano Ávila, subsecretário de Infraestrutura do estado, as parcerias buscam modernizar a eficiência energética e descarbonizar a matriz energética paulista através de fontes renováveis. “Estas duas ações são importantes para a modernização e eficiência energética dos prédios públicos do Estado e apoio aos municípios na iluminação pública, em consonância com os esforços e ações do Governo do Estado de São Paulo em reduzir os gastos com energia elétrica e descarbonização da nossa matriz” explicou ele.

Energia Solar pode trazer segurança energética e autonomia elétrica para São Paulo segundo os especialistas

O protocolo assinado pelas instituições sobre a intenção do desenvolvimento da energia solar também é visto com bons olhos pelos especialistas do setor.

Além de fazer parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, a produção renovável pelos prédios públicos também poderá melhorar o sistema de iluminação pública, assim como fornecer energia elétrica de forma atualizada e consolidada explica Nelson Antônio de Souza, diretor-presidente do Desenvolve SP.

“Por meio de colaboração mútua, pretendemos promover a capacitação técnica e o financiamento de projetos para melhoria do sistema de iluminação pública aos municípios paulistas. A iniciativa atende a Resolução Normativa da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL 414/2010, que estabelece as condições gerais de fornecimento de energia elétrica de forma atualizada e consolidada” ressaltou Souza.

Já o presidente da Investe SP, Wilson de Mello Neto, comenta que as medidas firmadas pela parceria podem render bons frutos para o setor elétrico principalmente no que se refere à política pública de energia limpa do Estado de São Paulo.

O uso da energia solar, por sua vez, é considerado pela SIMA como um fortalecimento da segurança energética e também de autonomia elétrica do estado.

“Para democratizar o acesso à energia solar fotovoltaica, as entidades trabalharão pela redução dos custos da geração solar, contribuindo com a gestão pública, com a população e com o crescimento desta fonte renovável, sustentável e cada vez mais competitiva” reforça a SIMA, em nota.

Fonte: Portal Brasil Solar
____________________________________________________________________________________________________________________________________________

FÓRUM GD SUDESTE - 9º FÓRUM DE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA COM FONTES RENOVÁVEIS E ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

SAVE THE DATE
16 e 17 DE JUNHO DE 2021
RIO DE JANEIRO - RJ - BRASIL

SITE OFICIAL: www.forumgdsudeste.com.br
E-MAIL: contato@grupofrg.com.br

Gostou do Conteúdo, Cadastre-se já e receba todas as notícias de Canal Eólica BR no seu email cadastrado

Compartilhe esta noticia: