Potencial da Energia Renovável do Brasil é destacado em documento preliminar do IPEA

Image

Transição Energética com a cooperação de alternativas limpas e gás natural do BRICS foram avaliados pelos pesquisadores.

A energia renovável está cada vez mais fazendo parte da transição energética do Brasil.

Um estudo preliminar desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) traz um panorama geral da transição energética e potencial de cooperação em Energias Renováveis e Gás Natural nos BRICS, um agrupamento de países de mercado emergente em relação ao seu desenvolvimento econômico.

O documento, que é caracterizado como preliminar, traz as transformações energéticas pelos quais o mundo deve passar nos próximos anos, assim como também os impactos da pandemia na atividade econômica no mundo que trouxe consigo mudanças no consumo de energia.

Tendências Particulares de transição energética estarão entre as oportunidades

Por conter estruturas econômicas, sociais, geográficas e de recursos naturais diferentes, os países que integram o BRICS encontrarão desafios de política energética distintos de acordo com os pesquisadores do IPEA.

Diante disso é possível afirmar que tendências particulares de transição energética estarão presentes nos próximos anos. No Brasil acredita-se fortemente no crescimento das fontes limpas de energia.

“A diversidade e a abundância de fontes de energia, bem como a elevada participação de fontes renováveis, especialmente no sistema elétrico e no setor de transporte, particularizam o caso do Brasil” reforça Luciano Losekann e Amanda Tavares, autores do estudo em especial.

Dados do Ministério de Minas e Energia (MME) reforçam esse crescimento renovável e mostram que o Brasil é líder em energias renováveis e detém a mais alta proporção de energia limpa em sua matriz energética entre as grandes economias mundiais.

Transição energética no exterior

Compostos por países que representam 41,1% da população, quase um quarto do PIB global e mais de um terço do consumo e produção de energia mundial, o BRICS é formado pelo Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Nessa ocasião a transição energética de países do exterior também foi abordada pelo estudo do IPEA. Sobre a China a instituição destaca que atualmente o país passa por uma desaceleração de crescimento, mas ainda assim permanece sendo o maior mercado de energia mundial.

“A China passa por desaceleração do crescimento econômico e da demanda de energia, em virtude da transição do seu modelo de crescimento, mas permanece sendo o maior mercado de energia mundial. O país tem matriz energética dominada pelo carvão, mas mostra forte compromisso para a redução de emissões de CO2, e a escala dos programas de ampliação de fontes renováveis e de gás natural é destacada” explicam Losekann e Tavares.

Já sobre a Índia, o estudo aponta que o país deve assumir o posto de maior ritmo de crescimento de energia em breve, entretanto, ainda é bastante dependente do carvão para produção de energia, um ponto negativo visto que o BRICS compartilha do objetivo de tornar a matriz de energia mais limpa.

A África do Sul e a Rússia, segundo o estudo, também buscam uma transição energética nos próximos anos, pois assim como a Índia também dependem altamente do carvão para o desenvolvimento.

“A África do Sul tem demanda de energia em escalas muito menores que o restante do grupo e busca a transição da sua matriz altamente dependente de carvão com desenvolvimento econômico e social. A abundância de recursos fósseis, especialmente gás natural, acarreta menor engajamento da Rússia com a transição energética, apesar do seu potencial em recursos renováveis” afirmam os pesquisadores.

O relatório completo do IPEA pode ser acessado clicando aqui: Relatório IPEA

Fonte: Portal Energia Solar
____________________________________________________________________________________________________________________________________________

FÓRUM GD SUDESTE - 9º FÓRUM DE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA COM FONTES RENOVÁVEIS E ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

SAVE THE DATE
16 e 17 DE JUNHO DE 2021
RIO DE JANEIRO - RJ - BRASIL

SITE OFICIAL: www.forumgdsudeste.com.br
E-MAIL: contato@grupofrg.com.b

Gostou do Conteúdo, Cadastre-se já e receba todas as notícias de Canal Eólica BR no seu email cadastrado

Compartilhe esta noticia: