5º Fórum Valorização Energética de Resíduos será realizado em abril

Image

Evento voltado à geração de energia a partir do lixo não reciclável acontecerá em Curitiba (PR) em 2024

A capital do Paraná, Curitiba, receberá entre os dias 3 e 4 de abril a 5ª edição do Fórum Valorização Energética de Resíduos. Organizado pelo Grupo FRG Mídias & Eventos, e promovido pela Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos (ABREN), o evento receberá especialistas que são referência no Brasil e no mundo para debater os rumos do setor no Brasil.

O último Panorama dos Resíduos Sólidos do Brasil, lançado em 2023, por exemplo, pontua que o Brasil continua longe da universalização do manejo ambientalmente adequado, conforme estabelecido pela Política Nacional dos Resíduos Sólidos (PNRS). Isso porque 40% do lixo ainda é descartado de forma incorreta, tendo como destinação final lixões a céu aberto.

Dessa forma, a recuperação energética de resíduos é a alternativa ambientalmente mais adequada, pois trata-se de uma tecnologia que busca aproveitar a energia contida nos resíduos sólidos urbanos (RSU) não recicláveis por meio de processos de conversão térmica. No Brasil, a tecnologia ainda é emergente, porém vem ganhando cada vez mais importância e despertando a atenção de investidores.

Além disso, o mercado de waste-to-energy, terminologia em inglês utilizada para a recuperação energética de resíduos, deve crescer consideravelmente nos próximos anos. Em todo o mundo estão projetados investimentos superiores a US$ 48 bilhões em 2030, com uma taxa composta de crescimento anual (CAGR) de 4,7% durante o período de previsão, que vai de 2023 a 2030, segundo a ABREN.

“As usinas de waste-to-energy reduzem em até 8 vezes as emissões de gases de efeito estufa quando comparado com aterros sanitários. Além disso, essa tecnologia possibilita um redução significante do gasto associado à saúde pública decorrente do contato inadequado com o lixo urbano. Por essa e outras razões diferentes países, em todo o mundo, têm adotado essa prática para o tratamento dos resíduos pós-reciclagem. Ao todo, já são mais de 3 mil usinas de waste-to-energy em funcionamento no mundo todo, porém o Brasil ainda não possui uma única usina dessa natureza em operação", explica Yuri Schmitke, presidente da ABREN.

Desta forma, debater o assunto no Brasil também se mostra essencial para que o país passe a investir na tecnologia e contribua tanto com a gestão adequada no lixo, quanto com a produção de energia elétrica. O Fórum, por sua vez, irá receber os principais players e especialistas do setor, bem como representantes da Academiapara debaterem o futuro desse setor no Brasil.

“Discutiremos sobre os principais desafios e oportunidades que teremos para o setor de Recuperação Energética de Resíduos, assim permitindo o compartilhamento dos conhecimentos, exibindo apresentações ao vivo, vídeos, e interação com os participantes nos auditórios e salas de reuniões”, destaca o Grupo FRG Mídias & Eventos.

Mais informações sobre o evento podem ser acessadas no site oficial do evento, através do link:https://forum.abren.org.br/2024/

Gostou do Conteúdo, Cadastre-se já e receba todas as notícias de Canal Eólica BR no seu email cadastrado

Compartilhe esta noticia: