GD trouxe revolução ao mercado energético brasileiro, afirma especialista

Image

Cerimônia de Abertura do Fórum GD - Região Sul nesta terça destacou o potencial da fonte energética para a geração de energia limpa no país e o quanto a mesma vem movimentando pequenos e médios negócios

A Décima Quarta edição do Fórum Regional de Geração Distribuída (Fórum GD - Região Sul) começou bastante movimentada nesta terça. O evento, o qual é voltado exclusivamente para a produção de GD no país e acontece entre os dias 21, 22 e 23 de junho, trouxe como destaque o potencial da fonte energética limpa para a matriz energética brasileira neste primeiro dia.

Durante a cerimônia de abertura do evento, Guilherme Chrispim, presidente da Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD) foi bastante enfático ao dizer o quanto a fonte cresceu nos últimos anos, assim como tem colaborado de forma efetiva para a produção de energia na matriz energética brasileira, fomentando mais de 20 mil integradores, assim como negócios pequenos, médios e grandes ao redor do país.

“É muito diferente quando a gente está trabalhando a geração distribuída e que você tem hoje cerca de 20 mil integradores. O que movimenta de pequenos, médios negócios, grandes negócios hoje também na GD, o que é importante e fundamental para que os fabricantes, para que o mundo olhe para nós com interesse, foi essa revolução” afirma Chrispim.

O especialista ainda destaca que em 2021 a GD foi a fonte que mais colocou energia no setor elétrico brasileiro. Dessa forma, segundo ele, a fonte mostra o quanto precisa ser respeitada, visto que a mesma está fazendo parte da transformação.

Quem também deu sua palavra durante a cerimônia foi Carlos Felipe Café, vice-presidente da ABGD. Na ocasião, ele ressaltou que acompanhar esse crescimento da GD tem sido bastante impactante e que se atentar a mão de obra qualificada é um passo importante para garantir um serviço de qualidade, assim como mais seguro.


Brasil tem potencial para liderar setor de Geração Distribuída no mundo

A micro e mini geração distribuída ainda pode alcançar voos mais altos no Brasil para Carlos Evangelista, conselheiro da ABGD. Durante o primeiro dia do Fórum GD Sul, o especialista afirmou o quanto o país é rico nesse tipo de desenvolvimento, assim como o mesmo pode se tornar líder mundial nos próximos anos.

“A gente tem condições de liderar o mundo. Os outros países têm que seguir o país. Nós temos biomassa de norte a sul. Ventos de leste a oeste. Geração Solar Fotovoltaica, uma das mais eficientes do mundo. Nós temos tudo para liberar essa política no mundo inteiro e aproveitar a transação energética mundial. O Brasil tem condições, tem recursos e tem gente, o que é o principal. Gente capacitada para produzir e levar esse país a liderança” afirmou ele.

Atualmente existem 88 milhões de pessoas conectadas através da GD. Evangelista ressalta que o número ainda é baixo e corresponde a 2% da matriz elétrica brasileira. Contudo, o crescimento tem sido expressivo e a expectativa do especialista é que os próximos anos o cenário evolua e mostre o real potencial do país para esse tipo de energia.

“Eu tenho certeza que nos próximos fóruns, nos próximos anos nós vamos aqui estar falando como os outros países têm que seguir o Brasil. Nós temos que mostrar para o resto mundo como se conduz uma matriz elétrica limpa. O Brasil tem uma matriz limpa. Como é que se empreende, como se cresce no mercado de energia elétrica brasileira” finaliza ele.


Fórum GD Sul conta com mais de 70 palestras

A Cerimônia de abertura do Fórum GD Sul deu início as atividades do Fórum Regional está semana. Entre hoje e amanhã, 22 e 23 de junho, são esperados mais de 70 palestras específicas sobre o setor de GD do país.

Os participantes estão podendo acompanhar através da internet. Assim como de forma presencial no Majestic Pallace Hotel, em Florianópolis, Santa Catarina. A programação está dividida em dois auditórios e muitos assuntos importantes estão previstos ao longo do dia.

Para saber quais são os temas abordados, os interessados podem acessar o site do evento através do link: https://www.forumgdsul.com.br/site/programacao/. Assim como acompanhar toda a movimentação do evento através das redes sociais.



Fonte: Portal Brasil Solar

Gostou do Conteúdo, Cadastre-se já e receba todas as notícias de Canal Eólica BR no seu email cadastrado

Compartilhe esta noticia: